19 maio 2013

Entrevista com Kelly Cortez

Entrevista com Kelly Cortez



É um prazer enorme recebe-la aqui Kelly , seja muito bem vinda . 

Obrigada Daniele, é um prazer gosto muito do seu blog e agora você é uma companheira nas letras com o lançamento do seu livro. Parabéns 


1- Como surgiu a vontade de se tornar escritora ? 

Nem sei, foi algo que aconteceu naturalmente, sempre gostei de ler, lia muito, então escrever passou a ser algo natural, quase necessário. Engraçado que falei com uma amiga da época da adolescência e quando ela viu meu livro disse: Você sempre soube o que quis! Nem eu me dei conta direito desse processo, essa amiga relembrou nossas maluquices de jovens e das histórias românticas e poemas que eu escrevia para o Charlei, do Menudo! Eu nem lembrava disso, depois procurei em minhas memórias e acho que escrevo desde sempre. 


2 - Como foi o processo para escrever “O farol do porto da paz”? Quanto tempo demorou para estar finalizado ? 

Se fosse um processo continuo acho que dois anos, o livro tem como cenário o Iraque, a guerra, os peculiares costumes de um povo, precisei estudar muito, fazer pesquisas, alguns momentos a história ficava de molho. Me envolvo muito com a trama e com os personagens, as vezes preciso deixar um pouco quieto para poder retornar o controle das emoções. 



3 – Escolha um trechinho especial de “O farol do porto da paz”, para nossos seguidores . 

Gosto muito do prólogo, e de uma conversa em particular de Roberto Paiva com Toninho, ainda na primeira parte da história.
A luz do farol cobriu o mar e Antonio Luiz Paiva não desgrudou o seu olhar dela. Ela o trouxe de volta para casa e para lembranças avivadas em sua memória; lembranças da infância feliz em terras livres e ensolaradas...Do cheiro do gelé de coco que sua mãe fazia para verem juntos Os Trapalhoes na TV colorida que ficava na sala da casa... 


4 - Qual foi sua maior dificuldade para a publicação do livro ? E como venceu os obstáculos ? 

Poucas editoras no Brasil publicam autores iniciantes, recebi inúmeras cartas de recusa com a entediante sentença: “apesar da qualidade literária de sua obra no momento não estamos...” Outras nem se dão ao trabalho de responder, infelizmente o foco são os autores estrangeiros, o que é uma pena, a cada dia descubro um autor incrível e talentoso, tentando se manter num mercado como o nosso. A Novo Século esta inovando com o selo Novos Talentos da Literatura, acredito que muita gente de talento vai surgir nos próximos anos. 


5 – Seus personagens são todos de fibras e marcantes . Se inspirou em alguém próximo ou foram todos fictícios ? 


Não me inspirei em ninguém de fato, mas o cotidiano é repleto de histórias e pessoas, digamos, inusitadas. Alguns personagens tem um pouquinho disso, de características de pessoas com quem convivi, a coisas de minha terra, os cenários são reais, tanto o das belas praias de meu estado como os do Iraque, como falei antes, estudei bastante.. 


6 - Tem projeto novo pintando por ai ? Se sim , conte nos um pouquinho . 

Você me fez duas perguntas agora, então vou dar duas respostas monossílabas:
Sim sim sim
Não Não Não
Só posso dizer que pelo que conheço você, vai gostar mais do próximo livro,é um pouco forte, mas tem um lance mais romântico, tem duas épocas da história, tem muito estudo e pesquisa também, estou sofrendo bastante com minha L... 



7 - Como as pessoas podem ficar por dentro das novidades do seu trabalho ?

Sou péssima em divulgação! Ainda bem que tenho vocês!

 Tenho só uma fanpage: http://www.facebook.com/pages/Kelly-Cortez/421021641252559?bookmark_t=page
 
E parceria com alguns Blogs bacanas, ainda esse mês quero por meu site no ar. 






8 - Quem se interessou pelo seu livro “O farol do Porto da Paz ” pode adquirir como ? 

Saraiva, Submarino, Site da Novo Século, no meu site dentro em breve. 


9 - Como esta sua agenda ? Algum evento ? Convide nossos seguidores. 

Estou me programando para Bienal do Rio, para feira do livro de Belém, no Pará, em minha cidade natal, Mossoró, vai ter também um evento aqui em Fortaleza e não sei mais. Eu disse, sou meio lerda com divulgação. 




10 - Jogo rápido = 


Sonho : Viajar muito e saltar de asa delta no Rio 

Livro : As Crônicas de Narnia 

Autor : Carlos Ruiz Zafon 

Musica : Qualquer uma de Adele ou Jazon Mraz 

Filme : As Crônicas de Nárnia 

Lugar : Natal 

Deus : Tudo
Frase : Nenhum sucesso compensa o fracasso no lar. 




11 - No final deixe um recadinho para o Amantes de Livros . 

Essa menina, a Daniele Nhasser é uma fofa, uma parceira incrível que divulga tão bem os autores que gosta. Vamos dar uma atenção especial e carinhosa aos escritores nacionais, vocês terão gratas surpresas e lindos romances para desfrutar. Beijo.


Quero agradecer imensamente por ter topado bater esse papo comigo . Grande beijo . Sucesso hoje e sempre .

6 comentários:

Ana Paula disse...

Ha! A Kelly é uma fofa neh? Adoro ela, sem falar que ela é autora de um dos meus livros favoritos! Amoooooooo!

Parabéns pela entrevista, ficou show!

Bjo

Thaynara ribeiro disse...

Amei a entrevista!!!
Também amo As Cronicas de Nárnia!!!!
Gostei muito de conhecer mais da Kelly!!!

Rossana Batista disse...

Quero muito ler “O farol do porto da paz"!
Realmente as editoras não aceitam muitos autores iniciantes, por isso que admiro aquelas que abrem para receberem contas sabe?
Adorei a entrevista.

Roberta Moraes disse...

Se eu morasse no Rio de Janeiro com certeza iria para a Bienal pegar um autografo dela.
Fiquei curiosa para saber qual o novo projetooooo *0*

Nardonio disse...

Gostei da entrevista. O bom é ver quando um(a) autor(a) pesquisa bastante para escrever suas histórias. Isso mostra um respeito para com os leitores, pois acabam escrevendo baseados em algo, e não saem colocando coisas absurdas nas tramas.
Desejo muito sucesso à Kelly.

@_Dom_Dom

camila rosa disse...

Eu não conhecia a autora nem seu livro, mas seu livro parece ser muito legal e eu gostaria de ter a oportunidade de ler ele, a entrevista esta muito boa eu adorei.