01 setembro 2012

Jogando Xadrez com os Anjos - Fabiane Ribeiro

Jogando Xadrez com os Anjos - Fabiane Ribeiro




Sinopse - Jogando xadrez com os anjos - Fabiane Ribeiro

 

Inglaterra, 1947. A Europa encontra-se devastada pela Segunda Guerra Mundial, assim como o coração de Anny. A garota de oito anos vê seu mundo desmoronar ao receber a notícia de que não poderá mais viver com os pais e terá que se mudar de casa levando pouco mais que seu tabuleiro de xadrez. Tudo parecia um pesadelo, até que surge Pepeu, um jovem misterioso que mudará para sempre a vida de Anny, levando-a a aprender sobre o mundo e a viver momentos emocionantes sem sair dos canteiros de seu pequeno jardim. Ao lado de anjos que são colocados em sua jornada, a doce menina aprende a enfrentar as dificuldades através de lições de abnegação, fé e amor verdadeiro.


Um dos livros mais emocionantes que eu li na vida ....
Fabiane conta a historia da menina Anny uma garota de 8 anos que no começo só via os pais ao sabados e nesse dia ela era interamente feliz , acordava cedinho para curtir a presença deles ate que retomassem as suas viagens.
Um sabado tudo mudou , seus pais não poderia vir mais ve-la com a frequencia que estavam acostumados , ela passou a viver na casa de sua professora a senhora Jane e sempre que o inverno caia ela esperava a volta dos pais . 
Senhora Jane uma mulher amarga fez a vida da pobre garota um inferno impedindo ela de comer , de sentar no sofá , ela era apenas uma empregada . 
Mesmo com as surras , as palavras grosseiras , a saudade dos pais , a solidão a menina nunca perdeu a fé , Papai do céu sempre ouvia suas preces ...
A garota começou a criar um jardim , com sua ovelhinda de pelucia e seu amado jogo de xadrez (jogo que ganhara do pai Jefferson , sabado antes de tudo mudar).
Hermes esposo de Jane era um homem frio mas com o tempo foi abrindo seu coracao e permitindo sentir a paz e o amor que a pequena Anny esbanjava em suas palavras e sorrisos . 
Pepeu , Nicole , Frank , Desiré , George , Angela ... entram na vida da garotinha para torna-la menos solitária . 

“Anny abraçou-o, e eles ficaram em silêncio ouvindo o som do vento: era a forma de expressão da natureza. Os ventos traduzem a essência dos sentimentos. Se a natureza está brava, os ventos são furiosos e até destrutivos; se ela está em paz, os ventos são mansos e as brisas suaves preenchem todos os corações por onde passam.
— É a arte da Mãe Natureza – Anny pensou, sorrindo ao contemplar a face de Pepeu. Não havia momento mais mágico do que estar ao seu lado.”
 
 
 Uma historia que ocorre na Inglaterra depois da Segunda Guerra Mundial , uma menina privada de muitas coisas e mesmo assim é feliz . 
Com a pureza da infancia de Anny , enxergamos nossa propria pureza, pureza essa que muitos de nós adultos deixamos para atras . 
Muitos momentos derramei lagrimas pelo encantamento , momentos que talvez eu fraquejaria , momento que Anny lutou , lutou pelos seus sonhos.

Super recomendo esse livro como aprendizado , aconselho que os leitores abram seus corações, a mente ...e que deixam a pureza da infancia voltar a reinar dentro de si .  




                        
          (Ps : Eu e a queridíssima Fabiane Ribeiro na Bienal 18-08-2012)

Um comentário:

Albuq disse...

Oi Daniele! Já vi vários comentários sobre esse livro. A cada resenha lida, uma curiosidade desperta. Muito legal!

bjs e ótima semana!
Albuq
www.relacionamentoecotidiano.blogspot.com